Frost/Nixon

frostFilme lançado no Brasil em março deste ano baseado na história verídica da primeira entrevista do ex-presidente norte -americano Richard Nixon após três anos de sua renúnica. Frost, um apresentador de TV inexpressivo de uma emissora australiana consegue a exclusiva, mas nenhuma rede topa bancar a matéria. Alguns bons motivos: Frost apresentava um  fraco programa de show business; havia saído dos EUA por ter fracassado como apresentador em seu país; faltava experiência em jornalismo investigativo; e não estava acostumado a lidar com entrevistas polêmicas e com um entrevistado preparado e sabonete como Nixon.   Assim, Frost se transforma em freelance empreendedor e banca a produção fazendo uma vaquinha entre amigos e conseguindo dinheiro de patrocinadores de segunda linha. Ele contratou dois repórtes investigativos experientes para ajudar a montar as perguntas. Conseguiu duas horas de entrevistas em três seções distintas. Nas duas primeiras partes, foi enrolado e conduzido por Nixon. Na terceira, se preparou, pesquisou, concentrou-se e conseguiu uma histórica confissão de culpa do ex-presidente. Sucesso absoluto. Frost foi ao paraíso em sua carreira e Nixon para o ostracismo.

Várias lições de jornalismo podem ser extraídas do episódio. A primeira foi o senso de notícia, de oportunismo de Frost em escolher um entrevistado que daria muita audiência. Após isso, sua coragem em bancar a produção de forma independente. E cair na real  percebendo que as coisas não estavam saindo bem nas duas primeiras partes da entrevista, fazendo uma auto-critica de seu desempenho e se preparando adequadamente para o embate final.

Poucos jornalistas hoje, principalmente no Brasil, possuem a coragem de correr atrás de seus projetos. E mesmo, por vaidade ou busca da fama, encontrar um assunto de real interesse nacional e colocar a própria cabeça a prêmio da implacável opinião pública.

O filme procurou basear-se fidedignamente nos fatos. Vale a pena ver os “bonus extras” do DVD, onde aperece a verdadeira entrevista do verdadeiro Frost com o verdadeiro Nixon.

Um comentário em “Frost/Nixon

  • setembro 26, 2009 em 7:25 pm
    Permalink

    SHOW DE BOLA, cara ! Entrei com atraso, mas me ufano de ter um amigo feito vc.

    Conheço seu pensamento, seu caráter e as suas grandes sacadas, que hoje preferem chamar de “insights”…

    Abs

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *