Após demitir 40 jornalistas, Folha publica matérias de freelancers

Silvana Chaves – Comunique-se

Com 10% menos de funcionários em sua equipe (cerca de 40 jornalistas foram demitidos), a Folha de São Paulo e a Folha.com têm veiculado desde segunda-feira (14) grande volume de matérias assinadas por freelancers.

No momento em que este texto era fechado, a Folha.com, por exemplo, contava com aproximadamente 23 matérias assinadas por escritores autônomos, sendo uma do dia 14 e outra do dia 15; 11 textos no dia 16 e dez nesta quinta-feira (17). Entre o dia 1° e o dia 13 de novembro, não havia nenhuma matéria assinada por colaboradores publicada no site.

A maioria dos conteúdos se concentrava nas editorias de ‘Cotidiano’ e ‘Ilustrada’, as mais atingidas pelas dispensas da última sexta-feira (11).

Redatores, repórteres e editores foram demitidos jornalistas dos cadernos de Classificados, Poder e Cotidiano. Profissionais com mais de 20 anos de empresa também fazem parte da equipe que foi desligada do jornal nesta semana. Na Agência Folha, a mudança foi o fechamento da sucursal de Cuiabá (MT).

Prêmio Esso
Em meio às demissões, três jornalistas da sucursal da Folha de São Paulo em Brasília – Andreza Matais, José Ernesto Credendio e Catia Seabra – permaneceram na empresa e foram premiados com o “Prêmio Esso de Jornalismo 2011” pela produção da reportagem “O patrimônio e as consultorias que derrubaram Pallocci”, publicada pelo jornal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *